Quem trabalha com RH sabe as dificuldades para selecionar pessoas capacitadas e, mais ainda, aqueles que saibam trabalhar em equipe. Esse atributo, por sua vez, tem se mostrado cada vez mais essencial para o sucesso das empresas.

Logo, para que o funcionário se enquadre no perfil desejado, não basta ter boas habilidades. Isso, porque a integração com o grupo é fundamental. Por isso, falaremos agora sobre as dinâmicas para recrutamento e seleção, para que você entenda a importância dessa metodologia.

Como funcionam as dinâmicas de grupo?

É uma forma de avaliar o perfil comportamental. Visando a escolha do melhor profissional de acordo com cada área. Também, de cada tarefa a ser desenvolvida num ambiente real de trabalho.

Tendo em vista que as dinâmicas para recrutamento e seleção são ferramentas para avaliação dos candidatos. Pois, geram atividades que simulam a rotina que o profissional poderá exercer.

Assim, chega-se o mais próximo de suas reações frente às situações do dia a dia. Uma vez que, algumas características da personalidade, geralmente, não ficam evidentes em uma entrevista. 

Qual a importância das dinâmicas para recrutamento e seleção?

Esse tipo de dinâmica de processo seletivo serve como parâmetro de comparação e avaliação em relação às características emocionais. Além de analisar o comportamento dos candidatos, inclusive, identifica e desenvolve novas lideranças. 

Por meio destas dinâmicas é possível mapear as habilidades, além de analisar reações mais sinceras por parte dos pretendentes. Isso porque, ao criarmos ambiente naturais, os candidatos serão induzidos a agir de forma mais natural.

Assim, sem exageros, formalidades ou comportamento ensaiado, mas com espontaneidade. Fazendo, dessa forma, com que as pessoas revelem, por meio das ações, sua real personalidade.

Esses testes são muito mais do que meros jogos ou brincadeiras lúdicas que visam descontrair. Antes, seguem bases psicológicas e são desenvolvidos por profissionais especializados no comportamento humano.

Quais os objetivos das dinâmicas para recrutamento e seleção?

Sem dúvida, o recrutador precisa ter segurança de que sua decisão por um candidato, ou não, foi a mais acertada. Porque uma má escolha pode vir a ocasionar diversos problemas posteriores.

Desde uma pessoa que não se enquadra no perfil da empresa, até alguém de difícil relacionamento interpessoal.

Esses pontos, entre outros, podem resultar em diversos prejuízos à empresa contratante. Então, não podem ficar dúvidas. 

1. Identificar habilidades

Certamente que as dinâmicas para recrutamento e seleção servem também para revelar algumas habilidades, como:

  • raciocínio rápido;

  • tomada de decisão;

  • capacidade de comunicação;

  • agilidade.

2. Tipos de comportamento

Com estas práticas, fica muito mais fácil avaliar a capacidade de ouvir, ter iniciativa, receber e interpretar instruções. Igualmente, é possível observar as tendências a atitudes egocêntricas ou que visam o bem geral do grupo.

Do mesmo modo, o grau de empatia e o entrosamento, podendo, até mesmo, gerar um autoconhecimento por parte do candidato.

Outros aspectos, como enxergar com maior precisão aqueles que são mais extrovertidos, ou tímidos. Ou ainda, os explosivos, ou os que possuem um alto grau de controle das próprias emoções.

Seguindo ainda o mesmo raciocínio, também os que possuem maior concentração e aqueles que reagem bem às pressões.

Claro que isso poderia ser feito por meio de testes psicológicos. Entretanto, tais identificações são visivelmente facilitadas devido a descontração proporcionada pelas dinâmicas.  

3. Ajuda a traçar o perfil comportamental

Pessoas de difícil convivência podem desfazer toda a harmonia de um grupo, bem como, ações egoístas pode diminuir a produtividade. Uma empresa constitui-se de um time de colaboradores bem coesos.

Por isso, deve-se traçar o perfil comportamental do futuro integrante desse time. 

Muitas vezes, alguns pontos específicos da personalidade de um colaborador pode ser um divisor de águas. Pois, traços de caráter  podem mesmo determinar o sucesso ou fracasso da equipe.

Demonstrando, assim, a crucial importância das dinâmicas para recrutamento e seleção.

Quais as diretrizes para uma boa dinâmica para recrutamento e seleção?

Inegavelmente, para obter um bom resultado, será necessário um bom preparo de tais dinâmicas. Seguem algumas diretrizes básicas para o sucesso da empreitada: 

  • ter o perfil profissional desejado bem definido;

  • ter um objetivo claro pré-definido;

  • desenvolver atividades que testem as características desejáveis.

Com isso, é fundamental ter em vista a redução do clima de competitividade e o aumento do engajamento pró-colaborativo. Haja vista que, trabalhar em equipe é uma das competências mais estimuladas pelas empresas de sucesso. 

Por esta razão, nelas, os profissionais capazes de orientar e motivar os colaboradores e colegas são os mais valorizados. Por isso a importância de buscar, desde o início, encontrar aqueles que buscam desenvolver suas habilidades, voltados à coletividade.

O que, certamente, irá gerar melhores resultados e um ambiente de trabalho mais saudável e produtivo.

Quais são os tipos mais comuns de dinâmicas?

Cada um será usado visando um propósito e um momento específicos. Entre eles estão:

  • Quebra-gelo;

  • Apresentação;

  • Integração;

  • Relaxamento; 

  • Simulação; 

  • Dramatização.

Como já foi dito, é de vital importância analisar e adequar cada um dos tipos as finalidades de cada etapa. Assim, garantindo que os resultados sejam os mais otimizados possíveis.

Por que fazer dinâmicas para recrutamento e seleção?

Porque, além de testar o novo profissional, essas provas podem convir para integrá-lo e imergi-lo na cultura da empresa. Também, poderá servir para apresentar os valores da instituição de forma tangível.

Como resultado dessa tática, os colaboradores se sentem mais motivados e preparados para desenvolver suas funções.

Com efeito, os resultados alcançados por uma equipe de profissionais estão diretamente ligados ao nível de sinergia entre eles. Logo, um senso de colaboração deve ser desenvolvido, o quanto antes, por meio de valores apresentados ao time.

Assim, com o intuito de gerar na equipe princípios, como: confiança, transparência, empenho e comprometimento. Adicionados, é claro, à iniciativa e foco nas metas e objetivos almejados.

Portanto, quanto maior a integração e a fluidez das relações, melhores serão os resultados alcançados em todas as áreas. Bom, agora você compreende a importância e as dificuldades ligadas a seleção dos candidatos mais adequados para cada função.

Nem sempre é fácil,mas existem ferramentas para auxiliar em todo este processo e em sua complexidade.

Enfim, venho convidar você para testar gratuitamente o Software de recrutamento e seleção com o melhor custo benefício do mercado. Somos a abler Recrutamento Digital e podemos descomplicar para você.