recrutamento e seleção ajuda a empresa a constituir o capital humano, que é um de seus maiores diferenciais. Por causa disso, é uma etapa que precisa alinhar uma boa experiência para os talentos e o atendimento às necessidades organizacionais. Entre as novas soluções, está a entrevista online.

Essa é uma possibilidade que permite que o setor de RH tenha versatilidade e funcionalidade. Com isso, o processo seletivo se torna especialmente efetivo, moderno e integrado.

Pensando em tudo isso, conheça qual é o papel desse tipo de entrevista na era do RH digital!

Como esse recurso funciona?

A principal característica dessa forma de contato é que acontece à distância, em vez de ser frente a frente. Principalmente, isso é possível graças à internet, por meio de uma conexão direta entre os profissionais e os recrutadores.

No entanto, a entrevista online pode se dividir em dois tipos principais, de acordo com a sua “mecânica”. A seguir, veja quais são as características e saiba quando vale a pena escolher cada uma.

Em tempo real

Na maioria dos casos, a entrevista online é feita em tempo real. De modo simples, ela conecta o recrutador com o profissional, com uma comunicação que ocorre de um jeito simultâneo.

É o caso das chamadas de vídeo, por exemplo. Nesse modelo, você deverá abrir uma comunicação direta com o entrevistado, que acontece em um horário definido e adequado para ambos.

Essa é uma alternativa muito popular e é especialmente interessante quando há mais de um avaliador. Se o gestor que fará parte da decisão de contratação estiver em outra unidade, por exemplo, essa é uma boa opção para que ele também participe.

O funcionamento é semelhante ao de entrevista pessoal, pois envolve uma conversa dinâmica sobre experiências, conhecimentos e interesses.

Vídeos gravados

A chamada “one-way interview” ou entrevista online de uma via se baseia em vídeos gravados. Estamos falando de uma opção relativamente nova, mas que tem conquistado mais adeptos.

Para chegar a um bom resultado, é necessário apresentar perguntas e instruções específicas para o candidato em formato de texto, por exemplo. Nesse caso, é possível perguntar sobre experiências anteriores ou pedir que a pessoa apresente solução para um problema pontual.

Então, as mesmas perguntas e instruções são enviadas para todos os candidatos. Os participantes gravam e enviam os vídeos, que devem estar dentro das condições exigidas.

Portanto, a análise é feita posteriormente, com base nos materiais recebidos. Essa é uma forma de escalar a realização de entrevistas e mesmo de executar os processos em fusos diferentes, por exemplo.

Cada modelo envolve vantagens e desvantagens do recrutamento digital, então precisa ser escolhido de forma cuidadosa.

Quais são os benefícios dessa modalidade?

O crescimento da popularidade desse tipo de entrevista tem um motivo principal: trata-se de uma opção repleta de benefícios. Desde que seja aplicada corretamente no negócio, a solução ajuda o time de RH, os gestores de áreas e até os candidatos.

Para se convencer sobre a importância de recorrer a essa alternativa, confira quais são as maiores vantagens a essa nova técnica de recrutamento e seleção.

Aumento da eficiência

Com a adoção desse recurso digital, é possível encontrar talentos de modo mais eficiente. Como esse contato acontece à distância, não é preciso que o entrevistado se desloque e nem que a empresa se prepare fisicamente para a tarefa. Isso aumenta a agilidade e confere dinamismo à etapa, tornando o processo mais efetivo.

Inclusive, pode ser uma solução para padronizar o processo. Afinal, nas entrevistas baseadas em gravação, todos os profissionais recebem as mesmas perguntas. Por outro lado, o time de RH consegue economizar tempo, sem comprometer a qualidade.

Elevação da produtividade

A demanda em relação a recrutamento e seleção é apenas uma das exigências para o time de RH, então não deve consumir todos os recursos, como o tempo dos profissionais. Por isso, adotar uma proposta digital é determinante para elevar o nível de produtividade.

Pense, por exemplo, nas entrevistas que envolvem gravação. Um esforço inicial de elaboração de questões resulta em dezenas ou centenas de respostas, o que economiza muito tempo.

Mesmo aquelas que são feitas em tempo real são mais produtivas. É possível marcá-las para que aconteçam em intervalos da agenda, por exemplo. Assim, o fluxo de trabalho é otimizado de forma completa.

Redução dos custos

A verdade é que a entrevista online também tem um papel essencial para diminuir os custos para contratar funcionários. Não será preciso mobilizar espaço físico da empresa e a necessidade de equipe é consideravelmente menor.

Ainda é possível falar com mais gente em um mesmo período, um dos fatores que eleva a produtividade. No geral, isso é essencial para diminuir os gastos operacionais, o que ajuda a aumentar o retorno sobre investimento (ROI) quanto ao RH digital.

Alcance ampliado de candidatos

Quando a entrevista de emprego é realizada estritamente de modo pessoal, há grandes chances de alguns talentos não terem a oportunidade de participar. Afinal, a necessidade de deslocamento cria certas barreiras, especialmente para quem está distante.

A entrevista online, por outro lado, torna o processo de recrutamento e seleção mais democrático. Pessoas de qualquer lugar podem participar, o que facilita o alcance de um público amplo.

Ter a chance de atingir tantas pessoas aumenta as probabilidades de encontrar o talento ideal para cada posição.

Favorece a análise

O viés inconsciente é um problema que pode afetar a realização da seleção do melhor candidato. A boa notícia é que o uso da entrevista por meio do recrutamento digital pode ajudar a resolver a questão.

De modo simples, esse contato permite avaliar o candidato de um jeito mais objetivo e analítico, dentro de padrões definidos. Além disso, as entrevistas são facilmente gravadas e compartilhadas com outros interesses, como gestores da área de contratação. Assim, há menos riscos de uma contratação ser afetada por valores e impressões unicamente pessoais.

Auxilia etapas posteriores

Em geral, a entrevista online não é a única etapa para a contratação. Em vez disso, serve como um intermediário para “filtrar” a quantidade de interessados, o que agiliza o processo. Nesse sentido, esse elemento conectado é uma ótima forma de facilitar as fases que virão a seguir.

Em um primeiro momento, é possível identificar as dificuldades e os pontos de atenção sobre os candidatos. Dessa maneira, há uma visão específica sobre os candidatos, o que permite definir as melhores formas de agir nos períodos seguintes.

Redução do time to fill

O tempo para preencher uma vaga ou time to fill é uma das principais métricas para o setor de RH. Inclusive, ele ajuda a medir a efetividade das técnicas de recrutamento e seleção, então merece ser acompanhado com cuidado.

O problema é que, segundo a Society for Human Resource Management, o tempo médio para preenchimento de vaga era de 36 dias, em 2016. Mais de metade desse tempo é dedicada às entrevistas, o que diminui o dinamismo.

Por outro lado, a abordagem online simplifica e acelera o processo. Com isso, é possível reduzir o time to fill e, assim, diminuir a vacância nos cargos. Com isso, as equipes não ficam desfalcadas, não há acúmulo de funções e o fluxo de trabalho é otimizado.

Aumenta as chances de contratação adequada

Contratar o colaborador errado para uma vaga tem diversos efeitos negativos. A cultura organizacional pode ser afetada, bem como a produtividade e até o clima organizacional. Inclusive, uma decisão ruim custa caro e pode representar até 30% dos ganhos anuais do talento.

Como é uma alternativa que melhora todo o processo de recrutamento e seleção, a entrevista online é determinante para fugir desse problema. Sem vieses e com mais efetividade, há a escolha do talento certo, o que eleva, inclusive, a retenção.

Reforça o employer branding

Posicionar a empresa com uma boa imagem empregadora é essencial para atrair talentos de destaque e mesmo para aumentar a competitividade. Pensando nisso, a adoção do recrutamento digital é uma boa saída — e isso inclui recorrer à entrevista online.

Graças a esse recurso, os profissionais passam por um processo seletivo mais rápido, conveniente e justo. Tudo isso impacta a percepção sobre o negócio enquanto contratante e fortalece o employer branding. Então, vale a pena investir no uso adequado desse elemento.

Como preparar uma entrevista online efetiva?

O fato de esse contato não acontecer pessoalmente não elimina a necessidade de estruturação e de preparo. Essa etapa deve ser vista como uma peça estratégica para que seja possível encontrar as pessoas certas para cada vaga.

Na sequência, você vai conferir como preparar corretamente a entrevista online. Confira!

Defina de antemão as questões mais relevantes

Assim como os candidatos se preparam para fazer uma boa apresentação, cabe ao RH ter uma estrutura adequada quanto ao que será questionado. Desse jeito, dá para garantir que os pontos relevantes sejam abordados.

Vale a pena criar um roteiro com os temas que devem ser tratados, de acordo com o perfil profissional procurado. No caso da entrevista gravada, isso é ainda mais importante. Vale a pena definir, com cuidado, todas as perguntas que serão feitas, de modo que a avaliação seja clara e completa.

Mantenha o processo pessoal

Mesmo que a opção seja fazer uma entrevista online padronizada, é crucial não tornar a etapa impessoal demais. Esse costuma ser um dos primeiros pontos de contato do talento com a empresa, então vale a pena criar uma boa impressão.

No geral, é interessante buscar meios de transmitir os valores do negócio desde o primeiro contato. Também é importante fazer com que as pessoas fiquem à vontade e dar algum toque de personalização. Assim, garante-se uma abordagem muito mais eficaz.

Estabeleça critérios objetivos

Como visto, a entrevista online pode ajudar a eliminar vieses inconscientes. Contudo, isso só será possível se, em troca, estiverem definidos critérios claros. Portanto, vale a pena determinar quais serão os fatores que pesarão para a contratação.

Para evitar a contratação errada, não considere apenas os conhecimentos técnicos. Busque executar uma avaliação holística, especialmente em relação às soft skills. Inclusive, a entrevista online é uma boa oportunidade para conhecer outras características, como comprometimento, organização e flexibilidade. Leve tudo isso em conta para definir os “sinais” que indicam a contratação.

Favoreça a experiência dos candidatos

Não é porque se trata de uma entrevista feita à distância que a experiência do candidato não tem importância — muito pelo contrário. Na realidade, é preciso pensar em formas de tornar esse contato mais natural e, assim, poder fazer uma avaliação concreta.

O melhor é criar algo que seja prático, funcional e mesmo agradável para o talento. Especialmente diante da necessidade de contratar pessoas com um perfil muito específico, causar uma boa impressão em todos os candidatos é indispensável.

Estabeleça uma comunicação clara

Inclusive, a boa experiência está diretamente ligada a uma comunicação clara e eficiente. Desde o primeiro contato, é preciso apresentar o processo seletivo, suas etapas e até seus prazos previstos.

Quanto à entrevista online, defina uma data e um horário ou um limite de prazo de submissão do vídeo, por exemplo. De maneira completa, explique como o processo será realizado e como será feita a avaliação. No caso da necessidade de gravação, defina um limite de tempo e mesmo a forma correta de gravar as imagens.

Deixar tudo claro é importante para que não surjam barreiras ou dúvidas na aplicação desse método. Assim, será mais fácil construir uma ponte adequada na entrevista de emprego.

Conte com as ferramentas corretas

Além de tudo, é crucial ter o apoio dos recursos corretos para apoiar essa estratégia. Afinal, a entrevista online não é o único componente de um recrutamento digital de sucesso, então deve estar alinhada com outras atividades.

O uso de um bom software de recrutamento e seleção se torna indispensável. Esse é um recurso que vai ajudar a garantir o melhor desempenho em termos da gestão e da execução de atividades — da entrevista à decisão final. Com uma seleção adequada, todo o processo é favorecido.

O que caracteriza uma boa solução digital para a tarefa?

Quando o assunto é falar com os candidatos de modo online, ainda é comum pensar em aplicativos de grandes empresas. No entanto, essas não são as únicas alternativas — e, muitas vezes, também não são as melhores.

Em vez disso, é possível recorrer a uma solução especialmente voltada para a tarefa. Veja o que ela deve conter para ser considerada em seu cotidiano!

Facilidade de uso

A maioria dos aplicativos de videoconferência exige a instalação de um programa e a criação de uma conta. Isso não é tão prático para o RH, já que chamar cada um dos candidatos não é a tarefa mais simples.

Em vez disso, vale a pena focar na facilidade e na praticidade. Uma solução web based — ou seja, que pode ser usada no próprio navegador — não vai exigir nenhum tipo de instalação. Basta dar autorização de acesso ao microfone e à câmera, criar a sua sala de vídeo e começar a entrevistar.

Segurança e privacidade

Outro ponto importante é que a alternativa selecionada deve apresentar total segurança e privacidade — tanto para a empresa, quanto para os profissionais analisados. Isso evitará dores de cabeça no futuro e otimizará o controle do processo, no geral.

Novamente, uma solução acessível pelo navegador é interessante ao permitir que você compartilhe o acesso apenas com pessoas autorizadas. Ter a chance de criar uma senha, por exemplo, vai impedir que pessoas alheias ao processo participem da etapa.

Além disso, uma solução desenvolvida por quem é especialista em sistemas de RH consegue oferecer um resultado melhor nesse sentido. 

Estabilidade e qualidade

Muitas vezes, aplicativos de grande porte sofrem com instabilidades e problemas diferenciados devido ao elevado volume de acessos. Inclusive, é algo que pode inviabilizar processos seletivos e levar à perda de produtividade.

Portanto, ao selecionar a alternativa, é indispensável priorizar características relacionadas à qualidade e ao desempenho. Dê preferência a recursos que ofereçam altos níveis de confiabilidade e de estabilidade, pois isso fará a diferença para o planejamento.

A qualidade de imagem também entra nesse quesito e ela deve ser adequada para as necessidades. No entanto, é ainda melhor se o nível puder ser adaptado para as diversas exigências. Poder utilizar uma qualidade inferior, por exemplo, vai ajudar candidatos com conexão com menos velocidade.

Variedade de funcionalidades

Para que a entrevista online seja bem-sucedida, não basta que ocorra a transmissão de imagens de vídeo ou dados de voz. Especialmente nas chamadas feitas em tempo real, é essencial contar com alguns recursos para facilitar o contato.

Por isso, a solução certa é aquela que oferece funcionalidades voltadas, especificamente, para esse contato entre talento e recrutador. Veja quais são algumas das alternativas de destaque!

Bate-papo

Não é porque o contato é em vídeo que ele precisa se limitar a essa forma. É muito comum ter que enviar materiais ou links ou mesmo trocar algum tipo de conhecimento escrito. Por isso, o ideal é que a ferramenta tenha uma área de bate-papo.

Essa é uma funcionalidade que deve ser ativada ou desativada conforme a necessidade e que dará ainda mais qualidade para toda a etapa.

Erguer ou baixar a mão

Em chamadas de vídeo, um problema comum envolve as interrupções e sobreposições de fala. Se uma sala tiver mais de dois participantes, o problema pode se tornar ainda mais complexo. Por isso, um recurso de erguer ou baixar a mão facilita o processo.

Isso garantirá que você ou que o candidato expresse o interesse em falar, quando for possível. Assim, a comunicação fica menos truncada e interruptiva e o fluxo é favorecido.

Silenciamento de participantes

Por falar nessa importância de ter um contato fluido, outra funcionalidade interessante inclui a possibilidade de silenciar os participantes. No geral, o melhor é que cada um possa desativar o próprio microfone quando não estiver falando. Se isso não acontecer, o silenciamento por parte do moderador resolve os problemas.

Trata-se de algo que garante muito mais controle e, assim, permite resolver qualquer dificuldade que surja pelo caminho.

Compartilhamento de tela

Como dito, o envio de links e materiais é interessante para incrementar algumas situações da entrevista online. No entanto, em outros casos, o melhor é poder mostrar diretamente uma apresentação ou um elemento que esteja no seu dispositivo. Pensando nisso, o recurso de compartilhamento de tela é essencial.

Com ele, o candidato poderá ver o que você desejar compartilhar com ele — e vice-versa. Isso deixa o contato dinâmico e evita problemas como a perda de tempo na troca de dados.

Gravação de entrevista

Ter a oportunidade de gravar a entrevista é crucial para avaliar o candidato posteriormente e com mais calma. Também ajuda a compartilhar o resultado com outros interessados e decisores, de modo a selecionar corretamente e de acordo com o perfil. Portanto, a solução utilizada deve apresentar tal funcionalidade.

Será ainda melhor se o recurso permitir exportar o arquivo para um serviço de armazenamento. Assim, você poderá manter tudo organizado, sem gastar mais tempo que o necessário.

Custo-benefício

Diminuir o custo de aquisição de talentos e de preenchimento de vagas dá um fôlego extra ao RH. Por isso, a seleção de alternativas tem que considerar o custo-benefício consolidado pelo recurso, certo?

Agora, já imaginou poder aproveitar todas as qualidades anteriores de maneira totalmente gratuita? Pois saiba que isso é possível! Uma empresa realmente comprometida com o sucesso da sua estratégia é capaz de apresentar um recurso gratuito e amplamente funcional. Por isso, vale a pena considerar a alternativa.

Apoio de um sistema completo

A solução de entrevista online pode e deve funcionar de maneira autônoma, até para ser mais simples. No entanto, ela será especialmente interessante se for apoiada por outros recursos dos mesmos desenvolvedores.

A ideia é poder contar com um sistema de recrutamento e seleção completo e que apoie não apenas essa etapa. Assim, a união das duas opções tornará a fase muito mais robusta.

A entrevista online é uma alternativa capaz de dar dinamismo e de aumentar a qualidade do processo seletivo. Totalmente integrada à proposta do RH digital, é uma solução que pode gerar muitos benefícios para recrutadores e talentos!Já que escolher a ferramenta certa tem tanta importância, conheça o recurso Entrevista Online, desenvolvido exclusivamente pelo time abler!