O recrutamento e seleção faz parte do departamento de recursos humanos. A área é encarregada de trazer novos talentos para a empresa, garantindo uma contratação de qualidade.

Uma contratação equivocada pode gerar muitos problemas para o negócio e equipes. Assim, a necessidade de um bom recrutamento é evidente em qualquer empresa, principalmente agora que o setor conta com inúmeras inovações para tornar o processo mais rápido e assertivo.

Quer conhecer um pouco mais sobre recrutamento e seleção? Continue lendo este guia completo que fizemos especialmente para você!

O que é recrutamento e seleção?

A área recrutamento e seleção é responsável por captar e atrair talentos para a empresa. Esse trabalho existe há anos e, a cada dia, está mais e mais estratégico.

Hoje em dia é comum você encontrar processos de recrutamento e seleção que envolvem diversas etapas, como exemplo:

  • Captação de currículo, recebimento de propostas e/ou busca de talentos;

  • Teste comportamental e técnico de acordo com a área;

  • Exercício de lógica, de personalidade e comportamento;

  • Dinâmica em grupo;

  • Entrevista com o RH, com o especialista e com o gestor;

  • Redação, possível teste de aptidão e muito mais.

Essas etapas variam muito de empresa para empresa e, muitas vezes, envolvem outras áreas e especialistas para um processo mais assertivo. Porém, também é possível encontrar lugares que ainda optam apenas pela entrevista por telefone e lugares que já implementaram recursos tecnológicos para afunilar melhor o recrutamento.

Apesar do termo ser frequentemente usado juntando “recrutamento” e “seleção”, as funções são diferentes e igualmente importantes. Dessa forma, entenda as variações a seguir:

Recrutamento

O objetivo do recrutamento é captar possíveis candidatos. Assim, a área abrange o conjunto de informações e procedimentos técnicos utilizados para atrair as pessoas de acordo com as especificidades de cada vaga.

Logo, é no recrutamento que vemos etapas como: descrição de vagas, divulgação das oportunidades, recebimento de currículos e aplicações.

É por esse tipo de trabalho que deve existir bom alinhamento da área de recrutamento com as necessidades da empresa. Afinal, não adianta divulgar vagas que não são necessárias no momento ou atrair pessoas com um perfil totalmente incompatível.

Seleção

Depois de receber as candidaturas, é hora da área de seleção agir. Nesse momento, a área aplicará filtros para a escolha do melhor candidato. Assim, é nesse momento que são aplicadas as etapas de teste, entrevista, dinâmica etc.

Se o recrutamento e a seleção estiverem bem alinhados, geralmente os currículos que chegam até esse momento já são previamente compatíveis com a vaga. Assim, é necessário que ambas as áreas trabalhem em conjunto.

Um diferencial que temos em nossa plataforma é a triagem automática de currículos, o que acelera o processo de seleção (leitura e análise de currículos) inicial, assim o recrutador pode focar em outras etapas do processos ou outra atividades mais importantes da área.

Qual a importância do recrutamento e seleção?

Para que o recrutamento e seleção seja um diferencial na empresa, precisa existir engajamento entre todo o departamento de RH. Além de colaboração entre todas as áreas.

Com o bom funcionamento da área, além de atrair pessoas mais compatíveis com a organização, evita-se problemas grandes, como:

  • Turnover frequente que demandam alto custo;

  • Desmotivação entre os colaboradores e áreas;

  • Baixa produtividade;

  • Sobrecarga dos funcionários;

  • Menor qualidade nas entregas pela falta de pessoas.

Além de resolver esses problemas, o recrutamento e seleção pode ter um trabalho antecipado e prever uma futura vaga ou necessidade da área, se adiantando no processo.

Quais os diferenciais que a área oferece?

Agora que você já entende a importância e o funcionamento da área, é hora de ver mais a fundo os diferenciais de um bom processo de recrutamento e seleção. Dentre os principais pontos, veja alguns exemplos:

Otimização dos resultados

O que aconteceria se a área técnica da empresa fosse responsável pela contratação? Ou se o administrativo precisasse elaborar os anúncios de uma vaga de engenharia? Muito provavelmente os candidatos não estariam alinhados com a vaga ou o processo seria muito mais longo e ineficiente.

A partir do momento que existe uma área para esse processo, os resultados são otimizados pelos próprios profissionais que conhecem sobre o assunto. Além disso, as outras áreas não precisam se preocupar com o tempo gasto para encontrar um colega de trabalho,

“Match” com a empresa

Toda empresa já teve funcionários que não encaixavamna cultura do lugar ou não desempenhavam conforme as expectativas. Uma principal vantagem de ter uma área de RH com trabalho em recrutamento e seleção é atrair filtrar estrategicamente os candidatos.

Como o foco do segmento é no processo de contratação, é possível aplicar diversos testes para garantir a compatibilidade entre a empresa e o candidato. Nesses testes, é possível medir desde o nível técnico e as skills da pessoa até os valores pessoais e a compatibilidade com a empresa. Você pode ver neste material como identificar o fit cultural entre empresa e candidato.

Dessa maneira, a possibilidade do contratado ficar na empresa e ter boa performance aumenta, evitando o turnover e os gastos legais.

Maior produtividade na empresa

Com o trabalho especializado, o recrutamento e seleção centraliza todas as necessidades de contratação, evitando que outras áreas se preocupem com o processo. No máximo, a colaboração será para entender as vagas abertas e pedir acompanhamento para testes técnicos, garantindo que a pessoa ideal ocupe aquele cargo.

Crescimento estratégico

A contratação precisa estar alinhada com as diretrizes da empresa de acordo com o planejamento estratégico geral. Dessa forma, é importante considerar habilidades técnicas, “fit cultural”, competências e visão de futuro.

Se a área acompanhar esse planejamento, poderá fazer uma estratégia de recrutamento e seleção que acompanhe os passos da empresa, possibilitando o crescimento e melhorias internas.

Quais os tipos de recrutamento e seleção?

Muitas pessoas associam o recrutamento e seleção com a divulgação em plataformas de busca de emprego, mural de faculdade etc. Porém, existem jeitos variados para esse processo, como exemplos de:

Recrutamento interno

O recrutamento interno busca pessoas de dentro da empresa. Ou seja, se limita aos funcionários contratados que podem ser direcionados para outras vagas.

Geralmente o RH divulga as vagas internamente e elabora um processo mais específico por conta da mudança de área ou cargo. Com o recrutamento interno muitos colaboradores podem progredir de carreira e abraçar nossas oportunidades.

Recrutamento e seleção externo

O recrutamento externo é o mais comum, aquele em que as empresas anunciam em sites, faculdades, parceiros etc. ou fazem uma busca ativa. Assim, como exemplo dos tipos de recrutamento externo, as principais maneiras são:

Headhunting

Os headhunters procuram pessoas a partir de ferramentas e networking, fazendo uma captação ativa de candidatos. Assim, todo o trabalho é feito por meio de nichos que podem ser definidos por área de atuação, salário, interesse futuro etc.

Parcerias

Divulgação da vaga por meio de parceiros, que abrem a oportunidade para o público externo ou indica candidatos, aumentando o alcance da vaga.

Divulgações

As divulgações podem ser feitas apenas pela empresa ou em sites específicos de recrutamento, em que as pessoas acessam a vaga e cadastram o currículo.

Recrutamento misto

Esse tipo de recrutamento é feito interna e externamente, focando nas habilidades da vaga e necessidades do setor. Porém, as outras etapas do processo podem ser feitas de maneiras diferentes, mas a divulgação é tanto interna quanto externa.

Os exemplos mostram como o recrutamento e seleção é uma área ampla e pode ser muito bem trabalhado com uma equipe profissional e ferramentas para qualificação do trabalho.

Quem são os profissionais do recrutamento e seleção?

Em qualquer tipo de recrutamento, há uma série de profissionais envolvidos com conhecimentos específicos para uma boa contratação. Dentre eles, os principais são:

Recrutador

Responsável pela atração dos candidatos. Assim, é ele quem define e utiliza ferramentas e canais de comunicação para chegar até as pessoas. 

Headhunter

Esse profissional é um tipo de recrutador com uma abordagem mais direta. Dessa forma, ele é o “caça talentos” da área, muito focado em vagas mais técnicas e específicas que são difíceis de preencher.

Assim, geralmente esse profissional tem um conhecimento mais avançado sobre a área da vaga em si e os requisitos do cargo, além de uma boa rede de contato.

Business Partner

O business partner tem a função de garantir que as necessidades de recrutamento e seleção da empresa sejam atendidas. Assim, é ele quem detém de grande conhecimento sobre o negócio e as áreas.

Além disso, é esse profissional que vai ajudar na definição dos cargos mais urgentes e pontuar as principais skills de cada vaga, dando um norte para o recrutador e as etapas de seleção.

Analista

O analista deve estar envolvido no processo inteiro, oferecendo apoio para os profissionais, agendando as entrevistas, oferecendo feedbacks e cuidando das atividades operacionais. Com esse profissional nas atividades mais práticas, os outros profissionais terão mais tempo e foco na estratégia de recrutamento e seleção, contribuindo para um processo ágil e assertivo.

Psicólogo

Por fim, o psicólogo é um profissional capacitado para avaliar as condições psicológicas dos candidatos e dos próprios colaboradores.

Esse profissional pode analisar mais especificamente se as características da pessoa são compatíveis com a empresa. Além disso, pode pontuar possíveis desvios de conduta, perspectivas para o candidato atuar ou não em longo prazo e características mais e menos marcantes.

Todos esses especialistas são alguns exemplos que devem compor a equipe de RH para os processos de recrutamento e seleção ou mesmo outras funções do RH sejam feitas com profissionalismo e segurança. Porém, a empresa deve avaliar a prioridade da contratação e momento do negócio, entendendo o que a equipe de RH precisa.

Como estruturar a área para um bom recrutamento?

Agora que você entende a necessidade de uma boa área de recrutamento e seleção, é importante repensar o setor na empresa. Para um bom alinhamento, há alguns passos que podem ser desenvolvidos, como:

Quantidade e tipo de contratação

Antes de tudo é necessário entender a demanda para novas contratações. Afinal, a estratégia para uma multinacional é diferente de um planejamento para uma startup.

Além disso, podem existir áreas de maior rotação de pessoas e outras mais técnicas com poucos integrantes. Assim, um dos primeiros passos é mapear essa necessidade.

Outro ponto é se inteirar dos tipos de contratação que estão abertas ou que são comumente realizadas. A busca por um estagiário é diferente da busca por um técnico, por exemplo, envolvendo trabalhos variados.

Imersão nas áreas e cargos

Não é fácil descrever uma vaga se você não entende o tipo de trabalho realizado pela área. Assim, mais uma etapa na estruturação do recrutamento e seleção é estudar o trabalho da empresa e as especificidades de cada setor.

Claro que esse processo é um pouco mais longo e você pode contar com a colaboração dos especialistas. Dessa forma, dependendo do tipo de trabalho, faz sentido pedir que algum profissional que já atua na área participe do processo para avaliar as habilidades do candidato.

Avaliação das demandas

Qual é a prioridade nas contratações atuais? Isso é recorrente? Existe alguma área desfalcada? Por que essa necessidade surgiu?

A avaliação das demandas ajuda a montar um diagnóstico sobre as necessidades da empresa e entender as prioridades. Assim, é possível montar uma escala de contratação de acordo com o momento e buscar candidatos específicos.

Escolha do procedimento

Como já falamos anteriormente, existem muitos tipos de recrutamento que podem ser feitos. Assim, a escolha deve ser feita com base no procedimento da empresa e os resultados obtidos.

A área de recrutamento e seleção pode, inclusive, testar as opções de recrutamento e indicar estratégias mais compatíveis com a empresa. Dessa maneira, aumenta a possibilidade de contratações assertivas.

Avaliação do tempo necessário

Existem vagas em que a busca por candidatos é mais exaustiva e exige tempo. Assim, entender quais vagas demandam mais ou menos tempo ajuda a definir prioridades e etapas, além de alinhar o período com os gestores.

Escolha da estratégia de busca

Sites de recrutamento, análise de dados, redes sociais… Afinal, qual a melhor maneira de encontrar os melhores candidatos?

Essa definição está muito alinhada com a etapa anterior, mas também se relaciona com o tipo de empresa. Assim, se o lugar já é muito conhecido, a publicação de vagas no próprio portal da empresa pode atrair muitas pessoas, mas se a empresa ainda é pequena, talvez as redes sociais possam ajudar.

As diferenças também valem para a área do negócio. Dessa forma, muitas empresas de tecnologia, por exemplo, investem em anúncios criativos com desafios e QR codes, enquanto empresas pequenas buscam muito em faculdades ou plataformas mais conhecidas. O que você precisa saber é que em um software como o nosso, no momento de publicar uma vaga ela já é automaticamente divulgada em mais de 30 portais de vagas de emprego.

Uso de possíveis tecnologias no recrutamento e seleção

O mundo está conectado e as empresas estão se adaptando a isso. Assim, o uso da tecnologia também está crescente na área de recrutamento e seleção, em diversas etapas.

Como exemplo, há muitas empresas que divulgam as vagas no próprio site, em plataformas de emprego e nas redes sociais, impactando uma quantidade maior de pessoas. Além disso, existem softwares de gerenciamento de processos que também ajudam a organizar as etapas, como o nosso software. Muitas opções podem ser testadas de acordo com as prioridades da empresa, otimizando a contratação necessária.

Mensuração de resultados durante o recrutamento

Por fim, não adianta estruturar toda a área e as etapas se os resultados não foram bons. Assim, é importante sempre mensurar os dados e entender onde melhorar.

Essa etapa vale para todos os momentos do processo, identificando se a estratégia de recrutamento e contratação está incompatível ou se há um erro em alguma etapa que pode ser resolvido, testando novas hipóteses.

Os pontos que listamos aqui são exemplos de ações fundamentais para o segmento de contratação. Porém, cada empresa possui as suas variantes e deve considerar um processo próprio compatível com o lugar.

Quer saber mais sobre os principais indicadores de recrutamento e seleção? Leia este artigo.

Quais as maiores tendências para o recrutamento e seleção?

O recrutamento e seleção pode ser muito mais específico e assertivo do que uma simples entrevista ou análise de currículo.

Assim, é importante se atentar às tendências da área, otimizando as etapas e garantindo ainda mais compatibilidade entre candidato e empresa. Para os próximos anos, algumas das principais tendências que estão começando a serem implantadas são:

Inbound Recruiting

O conceito de Inbound Recruiting lembra as tendências do Inbound Marketing. Assim, em resumo, é quando o recrutador deseja atrair bons candidatos e convencê-los de que aquela vaga e empresa são as opções ideais para eles, transformando-os em divulgadores da empresa.

As etapas têm base no funil de atração até a possível contratação do candidato, sendo elas:

  • Atração: primeiro contato em que o candidato envia o currículo ou o recrutador entra em contato;

  • Conversão: o candidato se conecta com a empresa e visita as redes sociais com frequência, acompanha as novidades, conhece o site etc. Assim, se uma vaga for aberta ele se candidata prontamente;

  • Fechamento: a candidatura é aceita e o candidato é convidado a participar do processo;

  • Encantamento: o impacto do processo pode ser negativo ou positivo para o funcionário ou para a empresa. Assim, ou a próxima etapa é ainda mais certeira ou o processo encerra naquele momento.

Big Data e People Analytics

Outra grande tendência é usar maior quantidade de dados (Big Data) e o “match” desses dados com a empresa (People Analytics).

Com o Big Data, pode ser analisada uma grande quantidade de dados na própria internet ou em sites de candidatura. Dessa forma, esse conjunto de dados ajuda a evitar contratações incoerentes ou de pessoa com um histórico incompatível com a empresa. Além disso, é feita automaticamente e agiliza o processo, otimizando o tempo de busca.

Depois que os dados são coletados, é usada uma ferramenta para analisar os possíveis candidatos e correlacionar os perfis com as vagas abertas. Assim, o filtro das pessoas é ainda mais assertivo e, ao final, o recrutador terá uma lista específica das melhores pessoas para a sua demanda.

Software de Recrutamento e Seleção

Algumas empresas já começaram a usar softwares de recrutamento e seleção que ajudam muito no processo. Dessa maneira, um exemplo é o software abler, que otimiza o processo e agiliza as etapas.

Como exemplo de como essa tendência pode ajudar, alguns diferenciais são:

  • Integração do software com a área “Trabalhe Conosco” do site da empresa, fortalecendo a marca e publicando as vagas automaticamente em portais de vagas de emprego;

  • Triagem automática: análise das habilidades dos candidatos, identificando os valores pessoais e traçando perfis mais adequados de acordo com os requisitos da vaga;

  • Gestão e otimização de processos centralizando os processos seletivos em uma única plataforma;

  • Dados e indicadores dos processos seletivos.

Com base nas tendências, é visível que a tecnologia está cada vez mais favorável à otimização dos processos, se tornando uma grande parceira. Assim, o recrutamento e seleção, como área estratégica da empresa, cresce diariamente e está com trabalhos cada vez mais certeiros, garantindo que a oportunidade seja compatível com o candidato e que o candidato cresça com o negócio.

Para aproveitar os benefícios das novas tendência para o recrutamento e seleção, separamos um período de teste gratuito para nosso Software de Recrutamento e Seleção. Aproveite para conferir os benefícios da tecnologia abler com o melhor custo benefício do mercado!