Em um cenário corporativo que é cada vez mais competitivo, em que as empresas disputam os melhores talentos, saber gerenciar as ações internas em prol da motivação e do engajamento é fundamental. Afinal, quando a gestão de pessoas é bem-sucedida, o índice de permanência dos funcionários tende a ser mais positivo.

LEIA TAMBÉM: como a cultura organizacional pode ajudar a sua empresa?

Entretanto, é importante ressaltar que, ao falarmos de estimular o quadro de pessoal, tratamos de investir em ações que realmente geram satisfação e suprem as necessidades dos seus clientes internos. Para tanto, o primeiro passo é conhecê-los.

Por essa razão, começaremos a nossa lista com uma dica essencial: saber ouvir. Continue a leitura!

Escute os colaboradores da empresa para promover as ações internas ideais

undefined

Antes de tudo, é importante saber que uma comunicação bem-feita é um dos pilares de um empreendimento de sucesso. Acredite: não é exagero afirmar que os resultados de uma corporação estão nas mãos dos trabalhadores que atuam ali.

Desse modo, não há que se falar em uma boa gestão de pessoas sem considerar o que os principais agentes da empresa têm a dizer — especialmente se o propósito é engajá-los e motivá-los. Em primeiro lugar, então, tenha em mente que o ser humano, em geral, tem a necessidade de ser ouvido.

Além disso, compreenda que, diante de um time desanimado, não é possível mudar o cenário sem identificar os fatores que geraram a falta de engajamento. Por isso, invista no diálogo e procure entender o que você pode fazer para mudar o quadro.

Mantenha uma gestão de pessoas realmente voltada às pessoas

undefined

As companhias que colhem as vantagens de uma equipe verdadeiramente engajada entendem que os colaboradores representam o seu patrimônio de maior valor. Sendo assim, mantenha o foco, sim, nas metas empresariais, mas não se esqueça de que os profissionais precisam ter equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal — e promova ações nesse sentido.

Saiba ser flexível diante de imprevistos e problemas pessoais e não veja os trabalhadores como um número. Enxergue-os, na verdade, como indivíduos que também têm de lidar com as mais diversas questões fora do ambiente de trabalho. 

Seja benevolente e compreenda que escutar e valorizar os seus funcionários é crucial para o engajamento. Em consequência disso, os empreendimentos que assumem essa postura mais humanizada naturalmente se destacam dos demais.

Estimule o engajamento e a motivação oferecendo oportunidades de crescimento

undefined

Um plano de carreira já existe na sua empresa? Se não, talvez esteja na hora de elaborar um. Colaboradores que veem chances de progredir profissionalmente na companhia em que atuam naturalmente se envolvem mais com as demandas e buscam dar o melhor de si.

Pense se a empresa, de fato, explora todo o potencial do corpo de trabalho. Será que há novos projetos em que os profissionais poderiam trabalhar as suas habilidades e desenvolver novas competências?

Discuta com os funcionários acerca da possibilidade de alcançar posições superiores e dê feedbacks que sejam efetivos. Mostre como cada trabalhador pode melhorar o seu desempenho e de que forma isso o ajudará a crescer na corporação.

Saiba reconhecer marcos e recompensá-los

undefined

Um funcionário motivado procura entregar o seu melhor para a empresa — isso é um fato. Entretanto, para mantê-lo envolvido nas metas e nos propósitos da companhia, você precisa ir além. Os profissionais devem saber que a empresa reconhece os seus esforços. Para tanto, uma boa alternativa é recompensá-los.

Regularmente, elogie o seu quadro de pessoal. Ademais, se for financeiramente viável, você pode oferecer incentivos para que os colaboradores aperfeiçoem ainda mais o seu trabalho, por exemplo, por meio de treinamentos e cursos. 

Para além de bons salários e de benefícios atrativos, uma boa dica é demonstrar valorização por meio de pequenos gestos. A entrega de mimos em datas comemorativas, como a Páscoa ou o Natal, é uma excelente aposta. 

Outra ação muito simples mas extremamente efetiva é investir na saúde mental dos seus colaboradores.

Como você viu, uma boa gestão de pessoas relaciona-se diretamente com ações internas que promovem o engajamento e a motivação dos trabalhadores. Portanto, aposte em medidas que valorizem os seus funcionários. Afinal, a sua equipe é a engrenagem que move a sua empresa e que pode garantir — ou não — os melhores resultados.

Você gostou deste conteúdo e quer acessar outros materiais com temas tão relevantes quanto esse? Então, aproveite a visita ao blog e confira também os cinco melhores livros sobre gestão de pessoas!